Trânsito | Compra e Venda de Veículos

  • Compra e venda de veículos

    Basicamente são três os itens a serem observados: 1. O comprador deverá ir ao Detran para verificar a procedência do veículo. Isso pode ser feito por meio da requisição de um histórico do veículo (extrato), pagando uma pequena taxa. No extrato constará a origem do veículo (sem tem restrição judicial ou queixa de roubo ou furto); o nome do proprietário atual, o último licenciamento efetuado e os possíveis débitos (como multas, seguro obrigatório e IPVA). 2. O comprador deverá verificar se houve alteração do número do chassi. Se o comprador adquiriu o veículo em revenda autorizada ou empresa estabelecida, a confirmação já terá sido efetuada. Caso o comprador também queira se certificar, poderá ir a qualquer concessionária da marca para uma vistoria. 3. O comprador deverá checar o estado geral do veículo, pois terá de fazer uma declaração de "bom estado do veículo", que constará da transferência.

  • Quais os cuidados que o motorista deve ter ao vender um carro usado?

    Após a transação comercial, o motorista deverá preencher o Certificado de Registro do Veículo (CRV) para a transferência - colocando valor, data e local, dados do comprador. Deve, ainda, assinar e reconhecer firma pessoalmente. Adotadas as providências, o motorista deverá obter uma cópia autenticada do CRV e, nos termos do artigo 134 do Código de Trânsito Brasileiro, comunicar a venda ao Detran, mediante requerimento. Tal providência tem por objetivo resguardar direitos, principalmente em razão do mau uso do veículo pelo novo proprietário (antes da transferência formal), bem como sobre as multas que o mesmo eventualmente venha a receber, com a atribuição das pontuações correspondentes.